sábado, novembro 25

Jovens criadores

Depois do curso acabado, 5 dias no Montijo. Todos perguntaram: – então e agora?! Pois agora... lá se encolhiam os ombros e mostrava-se um sorriso nervoso.

Cinco dias em que se conheceu e conversou com todo o tipo de pessoas: simpáticos, antipáticos, faladores, tímidos, egocêntricos, conhecedores, arrogantes, excêntricos, ressentidos, desanimados, sonhadores, .... Cinco dias em que se encontraram muito mais afinidades com não-designers. Porque será?

Um dia em que tudo era estranho para uns e tão familiar para outros.
Outro dia em que se falam dos trabalhos com orgulho, com insegurança, com dúvidas, com memórias decoradas do projecto descritos de uma forma profissional e convincente.
Outro dia em que se avista o pior cenário possível do país, em que nos dizem que muitos daqueles trabalhos de design, académicos, nunca poderão vingar lá fora (o mercado em Portugal), muitas vezes por estupidez dos clientes. Não quero acreditar naquilo que ouço, faço de conta que não ouço. Diz-se que o atributo mais valorizado em design gráfico é a eficácia. Fico a pensar em que se concretizará a ideia de eficácia. Acho que aquilo que ele diz não faz sentido e é um discurso muito triste.
Depois dizem eles, foi fácil separar o trigo do joio, é fácil seleccionar, escolher. Nada complicado. Discute-se se os currículos terão ou não importância nas decisões. Há quem assuma que sim, outros, facilmente, dizem que não.

Há noite bebem-se copos no Kaxaça, depois de espectáculos de dança e de desfiles de moda. Tiram-se fotos obsessivamente.
No final despedem-se: – encontramo-nos no Egipto. (?!)


Ao voltar para Lisboa, e depois para as Caldas, penso em tudo aquilo que tenho para arrumar e terminar de fazer antes de me ir embora. A Joana diz-me que nas Caldas já não dá luta, que é altura de ir embora. Percebo que ela tem toda a razão.

1 Comments:

Blogger FinalcutNPT said...

Tenho estado à espera todo este tempo, desde o Jovens criadores 2006, até ter uma notícia acerca da
Bienal do Egipto! Só agora enviaram um e-mail com alguma informação relativamente ao evento em que se vai proceder a escolha dos trabalhos. Trabalhos esses que poderão estar presentes na Bienal do Egipto. Sinceramente gostava mesmo muito de ir, acho que todos o anseiam.

Nuno Portugal
Autor do filme "O outro lado" Jovens Criadores 2006

13/9/07 3:48 da tarde  

Enviar um comentário

<< Home